Skatista Profissional – Entrevista com Larissa Carollo

0

Que as minas mandam bem a gente já sabe, mas que tal dar aquela reforçada no movimento e conhecer um pouco das Skatistas Brasileiras?
O projeto Fotos de Gaveta, mais uma vez realizará um evento de homenagens e dessa vez não só os fotógrafos que contribuiram para o crescimento do cenário, alguns profissionais também serão homenageados e entre eles, ela, Larissa Carollo, Skatista Profissional Curitibana que com certeza foi uma grande inspiração feminina.
Conversamos com ela para saber mais sobre o seu amor e carreira no skate.

Saiba mais sobre o projeto Fotos de Gaveta e a Skate Homenagem Paraná:
https://belatatuada.com.br/skate-homenagens-parana/


(Crédito: Patricia Mottin)

“Comecei a andar de skate com 14 anos, quando larguei o folclore polonês para acompanhar os meninos da minha rua que haviam ganhado skates de natal.
Minhas maiores influências sempre foram os meninos que andavam comigo, meu primo Leandro Lanczik, meus amigos, Guilherme, Thiago, Mario, Ian, Eduardo, Wiverson , Natan…

Com o tempo fui conhecendo os skatistas profissionais e os gringos em vídeos , dai posso dizer que entre as mulheres, minhas maiores inspirações foram Elisa Steamer e Jaime Reis , e entre os homens sempre admirei meus conterrâneos Carlos de Andrade e Alex Carolino.

Meu primeiro Patrocínio veio no meu primeiro ano competindo, no circuito Brasileiro da Drop Dead. Na minha opinião foi o melhor circuito que já teve da minha época , ao ganhar uma etapa, entrei para a Drop Dead e assim começou uma parceria de muitos anos.
Quem mais me incentivou, sempre foram os amigos e minha família, que sempre ajudavam a montar os palquinhos e rampas para brincar em casa.

Sobre meus planos no skate, eu já competi por muitos anos, mas devido a uma lesão, eu saí da cena de campeonatos, porém o skate nunca saiu de mim. Serei skatista até ficar velhinha, hoje tenho o skate como meu life style e minha diversão. Desde que comecei a andar de skate minhas principiais conquistas no quesito campeonatos foram – Campeã Brasileira; Tetra Campeão Paranaense e Primeira Brasileira a vencer uma etapa do Circuito Mundial –
(Crédito: Marcel Favery)

Mas a melhor conquista de todas, com certeza foi a família que criei dentro do skate, nunca tive problemas com preconceito talvez porque eu não estivesse nem aí para ele, minha família sempre me apoiou, meus amigos sempre estavam do meu lado.

Minha dica para as meninas que estão começando é, seja quem você quiser ser, não se preocupe com rótulos ou com o que os outros vão pensar, ande de skate por amor e não por dinheiro, não desista na primeira “skatada” na canela, se valorize , prove para si mesma que você é capaz.

Não sei dizer qual seria meu maior  objetivo no skate, talvez quando eu era mais nova e competia bastante, o meu maior objetivo era me tornar uma Campeã, hoje em dia meu pensamento mudou muito sobre isso, e tenho como meu maior objetivo continuar andando de skate e me divertindo, pois mais do que uma competição pode te trazer a sensação de estar entre amigos e acertar uma manobra nova, ou apenas fazer uma session que te traga uma realização imensa, não tem preço.”

                                                          (Crédito: Rodrigo Machado)

Share.

About Author

Foto de perfil de Ana Carvalho

Paulista, idealizadora do Projeto Bela Tatuada, Body Piercer, Tatuadora e Redatora do Site Portal Tattoo com 20 anos muito bem vividos e e intensos. " Sonhar é necessário para existir."

Leave A Reply



Pular para a barra de ferramentas