Jordana Gissoni – Candidata Miss Tattoo Week SP 2017

0

Jordana Hummel Gissoni, 31 anos, Terapeuta vibracional (Mana Terapias)

Desde menininha, eu sempre adorei observar as peles desenhadas e rabiscadas das pessoas, minha primeira tatuagem foi aos 14 anos, briguei muito, pois queria a tatuagem ao invés do piercing no umbigo, que estava na moda na época. Sou uma admiradora nata deste mundo.

Quando se vem de uma criação, onde todos devem ser “corretos” perante sociedade, ser diferente intriga muito, então a maior dificuldade foi lidar com alguns parentes.
Depois de aguentar olhos tortos quando fiz minha primeira caveira, foram muitos julgamentos mesmo, a sociedade em si, é muito difícil, vivemos ainda em padrões antigos impostos para controle, ser diferente assusta. Sobre preconceito, sofri alguns de leve, outros desnecessários. Ser mulher ainda é muito difícil hoje em dia, ainda ser tatuada. Já passei por momentos tenebrosos, mas nenhum que não pude superar ou sair por cima.

Sou um ser em constante mudança, sou como ondas de um rio, ou a chama de um fogo. Nunca serei a mesma. Ontem eu fui uma pessoa, amanha outra. Mas tive fases como todo mundo, são engraçadas de lembrar… Hoje, sou empresária, terapeuta, e lido com pessoas. Ministro cursos e palestras sobre a conscientização e desenvolvimento do ser humano e sua energia vital.
Gosto de poemas, ouvir música, viajar, sou nerd, adoro games (que por sinal, não queira jogar comigo que viro um bicho).

Na realidade nunca desfilei, apenas tirei fotos para alguns eventos, mas nunca participei de um evento desses, ainda mais com relação á tatuagem.

Participar do Tattoo Week é absolutamente gratificante, sem sombra de dúvidas. Estar ao lado de tantas mulheres belas, com histórias registradas na pele, estar com ilustres profissionais e pessoas que admiram isso, é muito mágico.

Acredito na beleza de cada um, cada detalhe, cada palavra, um gesto, mas não sou a favor de padrões de beleza, algo muito mais para consumo e depredação do ser humano, do que o valor da vaidade interna de alguém. A beleza esta além dos olhos, lá dentro, que irradia para fora, mostrando a natureza do coração.

Uma Miss Tattoo, precisa ser sincera em quem ela é, mostrar que a beleza pode ser tanto interna, quanto externa ou adicionada na pele. Mostrar que a beleza esta em ser quem é, e ter orgulho de si, que os riscos e rabiscos na pele são arte. E nós somos uma arte, só deixamos nosso papel com registros de nossas vidas.

Os desfiles, ajudam quebrando padrões antigos, onde mulheres eram marcadas por seu estilo de vida ou por trabalhar em certos lugares. Estou muito honrada em poder participar. Foi dizer para mim mesma: “Seja você”.  Aproveite sua vida, a final, ela é sua.

Recadinho:

“Amados, seus corpos são templos, se vocês quiserem decorar a casa, não há problemas. O problema vem de fora, quando se tem orgulho, o resto vira apenas, resto.
Isso não faz de vocês inferiores, pelo contrário, pois a coragem e a vontade superou qualquer coisa. Admire-se, contemplem seus corpos, seus registros neles. Seja uma tattoo ou um piercing, somos belos do jeito que somos, livres na medida do possível, somos artes.
Somos riscos e rabiscos, cores, ou somente preto, somos quem somos e quem resolvemos ser.”

Curtiu? Segue ela então nas redes sociais e não deixe de ir dar o seu apoio na Sexta Feira no desfile:

Facebook

Galeria de fotos:

Share.

About Author

Foto de perfil de Ana Carvalho

Paulista, idealizadora do Projeto Bela Tatuada, Body Piercer, Tatuadora e Redatora do Site Portal Tattoo com 20 anos muito bem vividos e e intensos. " Sonhar é necessário para existir."

Leave A Reply



Pular para a barra de ferramentas