Desenhos e referências – Sketchbook Aline Torchia Internacional

0

O Bela Tatuada vem acompanhando a artista Aline Torchia a algum tempo, ela que é uma das poucas tatuadoras que já lançaram um Sketchbook com o apoio da Pixel Art Books, agora vem com uma terceira edição especial, que está sendo produzido também uma compilação fora do Brasil, batemos um papo rápido com a Aline para saber mais sobre o livro e também sobre a importância do desenho e desenhar para a tatuagem.
(Confira a primeira entrevista:http://belatatuada.com.br/entrevista-com-aline-torchia/)



Aline:
“Quando conversamos pela primeira estava lançando meu primeiro livro, se passaram dois anos para que o segundo fosse lançado. Nesse segundo consigo ver mais de mim nele, vejo meu traço se tornando mais marcante, meus rostos já tomando minha forma de enxergar as coisas, é engraçado como dois anos mudam nossa expressão no desenho e não somente em evolução, mas passamos a ter marcas registradas.

Nesse livro tem muitos animais, rostos de mulheres, sentimentos, entre outras coisas também, mas vejo que realmente ele carrega o que gosto de desenhar.
Desta vez eu estava mais madura para escolher os desenhos e dar opiniões gráficas, eu e a Dani Carrara (Pixel Art Books) conversamos muito sobre a capa e eu a amei.
Está como eu gostaria que estivesse, então em Outubro de 2018, a editora e revista Arte Tattoo da Argentina teve acesso a meus livros e então surgiu o convite de unir o primeiro e o segundo livro e lançar uma compilação nos países que falam espanhol na América Latina.

Foi uma alegria imensa, saber que meus desenhos poderão sair do Brasil e estar em outros países. Esse terceiro livro será lançado agora dia 9 de Fevereiro na Tattoo 4Us, junto com o livro do meu amigo Lucas Mascangni, porém ele só estará a venda no dia do evento e depois terei alguns exemplares comigo.”

Vamos falar sobre os desenhos e coisas que te inspiram…
Como desenhar para você é importante na tatuagem? Qual a importância do desenho e do desenvolvimento da arte?

 “Durante minha carreira na tattoo, eu venho descobrindo o que me faz mais feliz é desenhar, e mesmo com muita dificuldade no início em fazê-los, descobri que amo desenhar rostos principalmente femininos e também animais, flores e ornamentos.
Mesmo antes de pensar em tatuar um dia, sempre fui maluca por livros de biologia e arte, tenho certeza que isso me inspirou primeiramente. Dentro dos estilos que mais estudo, old school e neo tradicional principalmente, eu posso trabalhar muito com esses elementos. Porém o Neo (minha paixão) tem ligação com tudo que me inspira. animais, plantas, arquitetura, decoração, arte, ornamentos, fotografia, moda, jóias, escultura…
Digo que nada que se aprende na vida é descartado e acho que entre as coisas que estudei todas me foram necessárias para compreender essas coisas. Inspiração está onde você passa não só a enxergar mas a observar os detalhes.

Vejo a tattoo se expandindo a cada dia mais e vejo muitos tatuadoras jovens com um trabalho fabuloso não somente como tatuadores mas também como desenhistas e artistas.
Também vejo muitos tatuadores que não desenham e não veem importância nisso, existe também a internet e o mercado da cópia, eu creio que cada um tenha seus objetivos e forma de trabalhar, mas para mim, acho importantíssimo o processo criativo desde o momento que tiro as medidas, imagino o projeto, penso nos elementos que tenham relação com o cliente, desenvolvimento, decalque até o momento da tattoo, porque quando vou tatuar já me familiarizei e entendi o desenho. Gosto do autoral, gosto do sentimento de “fiz para você esse desenho”.
Acredito muito que o estudo continuo leve ao desenvolvimento na arte e na profissão.”

Share.

About Author

Paulista, idealizadora do Projeto Bela Tatuada, Tatuadora autônoma, body piercer, 22 anos. " Sonhar é necessário para existir."



Pular para a barra de ferramentas