” Meu nome é Kamila Amorim tenho 23 anos, sou de Curitiba no Paraná, trabalho como Body Piercing, Administradora de uma Loja Virtual e também Cabeleireira.
Eu sempre tive uma personalidade forte, nunca fui fã de cor de rosa, sempre preferi o roxo neon ou preto, Dragon Ball ao invés de Barbie. Aos poucos fui me encontrando minha personalidade real, quem me conhece sabe que sou uma pessoa completamente simples, meio fora da casinha, mas parceira se precisar de mim, fecho pro que der e vier.

Sou do tipo mau humorada quando acorda, tenho opiniões formadas sobre muitas coisas e também tenho falta de crença em outras, me considero uma agnóstica social. Faz um ano que me tornei pescetariana, que significa que a única carne que eu ainda me alimento é frutos do mar, temporariamente, to em transição para ser vegetariana. Apaixonada por cabelo colorido, e o que nos tornam únicos.
Tenho um cachorrinho chamado Caco, que é meu antidepressivo mais saudável de todos, eu sempre quis deixar minha marca no mundo, inspirar sendo eu mesma, sendo mulher que não segue um padrão de beleza imposto pela sociedade, hoje tenho em torno de 40% do corpo tatuado,  uns 70 desenhos mais ou menos, participo de concursos para mostrar a real essência que existe  dentro de uma pessoa com princípios de mudança constante. Espero inspirar muitos assim como muitas me inspiram e ter um futuro gigante ajudando acabar com o preconceito.
Aos 17 anos fiz minha primeira tatuagem a frase Never Give Up Always Believe no pulso esquerdo, ela era para uma banda de SP ao qual era muito fã na adolescência e também pelo significado em si da frase: “nunca desisir, sempre acreditar”. Sempre levei essa essência comigo

Meu primeiro emprego foi em uma loja “conservadora”, fui muito pressionada a escolher entre meu emprego e minha personalidade “fora do comum”, foi um ano de experiência, mas sem nenhuma chance de crescimento por ter uma aparência diferenciada, mas foi com esse trabalho que encontrei um novo amor: o Cabelo Colorido, e que me fez querer fazer o curso de cabeleleiro, e também pagou meu primeiro work de body piercing. Mas com o tempo preferi seguir minha personalidade e o que e eu acreditava. Passei a trabalhar em lojas maiores, shopping onde havia uma aceitação maior. Foi ai que realmente me libertei e fechei o braço esquerdo. Nesse época uma agencia de modelo entrou em contato comigo, após ver um ensaio que fiz com uma amiga que estudava fotografia, e foi através deles que eu cheguei até a Incorpore e Arte, convenção de tatuagem de Curitiba para o meu primeiro Concurso de Miss Tattoo (2016). A partir de então acompanho as convenções pelo Brasil. Nos concursos que participei sempre levo evolução como meu maior premio e fico feliz com reconhecimento que recebo muitas vezes. Em 2016 também, passei pesquisar como produtos e maquiagem diferenciada para mim, foi o inicio da minha lojinha virtual. Hoje vendo maquiagens e acessórios. E quero futuramente criar minha marca de camisetas estampadas. E abrir meu próprio estúdio focando apenas em cabelos coloridos e coisas alternativas. Acho que isso é ate um extenso resumo do que eu sou , e do que eu vivi, tem muito mais para ser contado, mas deixo para outra oportunidade.”


 

 

 

VOTE

[IT_EPOLL id=”8207″][/IT_EPOLL]

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *