Katia Fire (Katia Braga), São Paulo – SP Modelo há 3 anos e tatuadora há 6 meses, estúdio Império Tattoo SP.

Eu sempre gostei de tatuagem e sonhava em ser toda tatuada desde nova, aos 12 anos de idade eu comecei a planejar as minhas tattoos e acabei fazendo dois piercings, um em cada lado do nariz, logo vieram mais piercings, mas só comecei a me tatuar com 17 anos e não parei mais, hoje com 22 anos eu tenho mais ou menos umas 25 tatuagens e como além de sempre admirar, eu desenho desde que me vi por gente, agora consegui entrar realmente de cabeça me dedicando a arte de tatuar fazendo disso a minha profissão.

Trabalhei por 2 anos e meio em uma empresa grande e por ser tatuada, apesar de minhas competências não conseguia chegar a um cargo de liderança por ser mulher e tatuada, quando eu me libertei dessa rotina eu tive um tempo pra mim pra pensar quem eu sou e o que eu quero pra mim, foi então que eu passei de tatuada a tatuadora.

Realizo meus trabalhos como modelo mais voltado para os segmentos sensual e nu artístico, além de realizar outros trabalhos como atriz. Iniciei como tatuadora e estou em um estúdio na Mooca, aprimorando meu trabalho e estudando bastante pra ficar cada vez melhor.
Uma coisa que eu faço bem e pouca gente sabe, é cantar, esse ano participei de um campeonato de Karaokê no Rio, foi uma experiência incrível.  Sou apaixonada por animais, acampamento, viagens, conhecer coisas, comidas, pessoas e lugares diferentes. Sou apaixonada por cinema e papos nerds.

Sempre acompanhei os eventos de tattoo e inclusive fui tatuada em duas edições passadas do Tattoo Week, muitos amigos sempre me disseram pra me inscrever, então esse ano eu criei coragem e me inscrevi.
Tenho quatro sets publicados no site SuicideGirls, sendo que um ainda está pra vir ao ar,  estou no site Xplastic, fui jurada em um desfile do Leão Lobo e também já estive em entrevista, figuração e publicidade.

É uma sensação maravilhosa onde eu posso representar além de uma mulher tatuada, representar cada um dos artistas que deixaram seus trabalhos em meu corpo, que me ajudaram a aceitar meu corpo, minhas ideias, o meu eu, independente do que os outros pensassem ou dissessem. Representar a quebra do tabu e do preconceito que todo mundo fora do “comum” sofre de alguma forma na sociedade.

Beleza é uma questão de senti, se você se aceita e se vê como uma pessoa bonita é o suficiente para você exalar beleza. Não é preciso ser bonita como eu ou como ela, é preciso ser bonita como tu pode ser pra si mesma. Não existe um padrão para a beleza, cada um pode ser bonito à sua forma.

O Miss Tattoo está aí pra mostrar que não é preciso ser de único jeito para ser bonita, o Miss Tattoo promove a cena tatuada e incentiva as mulheres tatuadas a serem elas mesmas.
Fazer parte de um evento desse porte, que se volta para o público tatuado, é muito gratificante, pois eu sempre participei como público e não como parte do evento, é um patamar que eu não imaginei alcançar tão rápido.

Recadinho:
“Galera que acompanha meu trabalho e me admira, isso tudo não poderia acontecer se não fosse por vocês, sou muito grata a todos e conto com o apoio de vocês nessa nova fase, vamos pras cabeças.”

 

Galeria de fotos:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *