barbearia
“Desde muito nova fui fascinada pelo mundo da estética, principalmente masculina. Aos 15 anos pedi de presente ao meu pai uma maquina de corte, (já fazia alguns cortes nos meus primos mais próximos, mas ai veio a curiosidade de me aprofundar). Assim que ganhei, comecei a cortar o cabelo dos meninos do meu bairro, sempre por hobbie, na época não via como profissão. A profissão de barbeiro(a), na época era apenas dos senhores que tinham pequenas barbearias nos bairros, então não tive contato com esse meio até os 17 anos quando conheci a Barbearia do Vava, que fica na cidade onde moro. Esse foi o ponta pé inicial pra tudo, ali eu vi que existia uma categoria no mundo da estética onde eu me encaixava. Ao longo do tempo me deparei com um preconceito muito grande, tanto de pessoas de fora que diziam “você daria uma ótima cabeleireira, barbearia é para homens”, e também de alguns barbeiros que falavam que mulher não tem barba, impossível ser barbeira. E isso foi aumentando numa proporção que me fizeram acreditar, acabei ingressando na faculdade por não ver alternativas para uma mulher nessa área. A faculdade foi sem sucesso, eu odiava. Até que um dia, trabalhando em um salão no centro de SP, vendo o quão infeliz eu estava, encarei a realidade: eu não sou cabeleireira, nasci pra ser barbeira. Tranquei a faculdade, pedi demissão e fui atrás de uma barbearia na zona norte, fui contratada e comecei minha caminhada. Hoje aos 19 anos trabalho na Barbearia do Vava (Jundiaí-SP) onde todo esse sonho começou. Me sinto livre e completa quando estou com minha tesoura e navalha na mão, como se tivesse encontrado meu lugar de origem, e espero que outras mulheres, que carregam a categoria “cabeleireira” e não se sentem felizes possam também se empoderar, e se afirmar barbeiras. As coisas que eu mais gosto na minha área é a diversidade, as pessoas e o clima familiar, que mistura a tradição e a atualidade. Mulher, barbeira, tatuada e livre.”

Facebook: @LeticiaCristina 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *