Uma das coisas que exercem grande impacto na auto estima de qualquer pessoa,são as modificações corporais, no caso aqui, as tatuagens.

Para nós mulheres Gordas, é sempre um desafio se sentir confortável com o nosso corpo, tirar aquela foto sem se sentir incomodada com o que vê na visor do celular, ficar pensando se “x roupa” combina com o seu tamanho. E no caminho do amor próprio buscamos formas de amar o nosso corpo, “Claro , que eu acho que todas elas poderiam se aceitar sem que precisasse de nenhum “empurrãozinho” – Gabriela Lima” , no entanto as tatuagens ajudam muitos a superar traumas como o caso de coberturas de cicatrizes, e no nosso caso não seria diferente, se sentir mais bonita, aumenta nossa confiança e depois vira só um adorno.

Pensando nisso, para inspirar a vocês, entrevistei alguma das musas gordas que admiro, que são gente como a gente, fazendo a pergunta:

“Qual o impacto das tatuagens na sua auto estima?”.

Gabriela Lima:

“Tatuagem sempre teve um significado muito forte pra mim , é tanto que fiz a primeira aos 13 ♥  Mas com o ganho de peso , a minha auto estima nunca mais foi a mesma , era muito acanhada e tal até que me deu uns 5 minutos e tatuei a coxa (um lugar que eu pensei que só fosse permitido pra magros) foi a minha libertação pra ser quem eu sou e para me permitir ser quem eu quisesse ser dali pra frente. As mulheres gordas são muito preteridas né , isso meche muito com a aceitação , eu acredito que em muitos dos casos a tatuagem pode ajudar. Claro , que eu acho que todas elas poderiam se aceitar sem que precisasse de nenhum “empurrãozinho” maaaas se você já gosta daquilo e resolve se permitir a sensação é maravilhosa <3 e entra mais uma telinha pro nosso time haha”


Pâmela Pohl 21 Anos:

“Eu sempre fui gorda desde que me entendo por gente, quando era criança as coisas sempre aparentam ser mais fáceis criança gordinha é bonitinho é fofinha. Quando fui crescendo começaram sempre aquelas conversas de “não coma demais”, ” pare de comer essas bolachas que você vai engordar”, ” já deu de comida né?” ,etc. Coisas a qual qualquer pessoa gorda acaba ouvindo, então era complexo sair e querer se aceitar todas as minhas amigas eram padrão “modelo” ou “normais” e no meio de todas elas tinha eu, durante muito tempo eu achava que eu tinha de comer menos e me encaixar obviamente, que não rolou. Eu comecei a ter problemas com refluxo e dai já sabe né? Uma gorda que vomita todo mundo já pensa que tenho bulimia, o que me fazia sentir pior ainda porque não tinha mas as piadas sempre rolavam. Quando comecei a me fechar ou evitar de sair com roupa que mostravam os meus braços porque achava eles muito gordos e eu vivia de casaco, acabei me apaixonando pelo diferente com 12 anos aquela época que ser “emo” tava na moda mas que você com certeza não dizia que era porque era extremamente proibido falar, cheguei a achar o mundo de tatuagem e piercing… E foi simplesmente um achado me apaixonei pela arte que vinha com as tatuagens e aos 15 fiz a minha primeira tatuagem eu entendi que podia enfeitar aquele corpo que eu não queria aceitar. Acabei entendendo que o meu corpo é uma folha em branco onde eu posso me fazer me sentir bonita para mim mesmo em primeiro lugar e que se eu me aceitasse os outros teriam de me aceitar também independente de como sou!

Então a tatuagem me salvou de mim mesma e eu não tenho palavras para dizer o quanto sou grata por isso.”


Lilly Bella Muerte 27 Anos:

“As tattoos afetaram tanto a minha auto estima com relação ao corpo quanto com o todo também,comigo mesma. Passei a me achar mais bonita por ser diferente, me tornei mais confiante e menos tímida. Isso foi na minha adolescência, há 13 anos atrás (quando fiz minha primeira tattoo). Eu era , ou melhor, sempre fui gorda e estranha. Minhas amigas eram “normais” e chamavam atenção, eu não tinha nenhum diferencial a não ser a estranheza. Foi quando eu insisti em querer fazer uma tattoo e deu certo. Tava ali o diferencial que eu precisava pra me relacionar com pessoas, a adolescência é uma fase muito cruel, mas enfim não guardo mágoas. A partir daí fui gostando cada vez mais de tattoos e conhecendo pessoas com esse gosto em comum, com o passar do tempo passou a ser um paixão e não um meio de ser diferente no meio de outras pessoas.”


Se vc quer relatar algo parecido manda pra gente vai ser um prazer ler seus relatos

E para que vocês possam se inspirar ainda mais, as Modelos Plus Size Tatuadas:                                        Tess Holliday . Zoe Melissa . Scarlett Von Nova, Sam Rowswell <3

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *